O problema do nome

Dê nomes aos bois... digo, aos PdJ's!
Dê nomes aos bois... digo, aos PdJ's!

Criar nomes para seus NPC´s, cidades, vilões ou para o papagaio do taverneiro pode ser um grande problema. Afinal, se você está jogando uma aventura de fantasia medieval, dificilmente um jogador levará a sério se o próximo inimigo se chamar Bolinha, ou algo do tipo. Jogadores também tem problemas assim: Basta falar em fazer uma nova ficha, que a galera pega a lista de playtesters dos jogos (o famoso “Gerador de Nomes”, incluso em quase todos os livros de RPG), e saem coisas do tipo “Gerald, o guerreiro”, ou “Josué, o Mago”.

Portanto, andei pensando em algumas dicas (e pesquisando um pouco no Google, afinal, ninguém é de ferro…) para que o Mestre e o Jogador não precisem mais passar por esse tipo de constrangimento na hora de criar um nome.

1- Inspire-se!

Se você é um leitor compulsivo como eu, que não deixa passar nem rótulo de xampú, “captar” algumas ideias da sua mídia predileta é um bom começo. Certa vez, na minha mesa de Street Fighter RPG, tive um lutador chamado Ong Bak (antes de alguém no meu bairro saber quem diabos era esse cara…), e ninguém estranhou: Era praticante de Muay-Thay, o nome combinava, então beleza. A não ser que seu mestre seja um tremendo de um puto, ele não vai se importar se o seu personagem se chamar “Aragorn” (de preferência, se for em um mundo que não a Terra Média…

Falando nisso, muitos Mestres esquecem desse aspecto: Homenagens. NPC´s famosos do seu cenário podem ter seu nomes copiados de propósito, talvez para trazer algum tipo de sorte ao recém-nascido. Isso cria verossimilhança e deixa o cenário um pouco mais real. Eu mesmo quase que viro uma homenagem: Nasci em 1980, ano da visita do Papa à Fortaleza, e por um triz eu não me chamei João Paulo… Meus jogadores já encontraram em Forgotten Realms, um taverneiro chamado “Azoun”, e um pirata de nome “Elminster” (Que o Greenwood não me ouça!).

2- Gere!

Geradores de nomes existem aos montes por aí, basta procurar. Eles variam dos mais simples – nomes para personagens medievais, elfos, hobbits, vampiros, geradores aleatórios… eu estou usando atualmente um gerador da Wizard of The Coast, dos tempos do D&D 3.5… às vezes cria uns nomezinhos meia-boca, mas no geral, dá pro gasto.  O link está AQUI (Em inglês). Tomara que eles não tirem do ar…

Mas o gerador on-line que detona mesmo é o Fantasy Name Generator, em inglês. Nomes sérios, divertidos, gregos, japoneses, de dragões, de Pokémon… Nome pra tudo quanto é gosto!

3- Invente!

O meu método predileto, e aqui eu misturo um pouco os dois métodos acima. Posso ver um nome bacana num gerador aleatório e modificá-lo pra ficar melhor, ou posso pegar um nome de alguma coisa (uma banda de Rock foi o exemplo mais recente de que eu ouvi falar…)  e customizá-lo. Eu pessoalmente prefiro escolher uma letra e escrever qualquer coisa que me vier à cabeça, o que geralmente traz bons frutos. De fato, quando você ouve  dizer que um cara criou um bárbaro chamado Gargaron Polinárius, fica feliz em saber que os seres humanos (e os mestres de RPG) são dotados de uma tremenda imaginação!

É isso! Até a próxima!

Anúncios