O Mestre não mandou

Pare com isso!
Pare com isso!

Ponha sua viola no saco e sua espada na bainha: Se você NÃO JOGA um RPG de narrativa compartilhada e o seu mestre simplesmente NÃO COMPARTILHA a narrativa, não adianta espernear: Ele manda no jogo, nas regras, no mundo, nos NPC’s e em TODO O RESTO que não seja o seu personagem. Ponto.

Estamos entendidos até aqui? Ótimo! Então vamos elaborar…

Continuar lendo “O Mestre não mandou”

Anúncios

ZUADAPLUG #3 – Prato Cheio

EVENTOS, EVENTOS E MAIS EVENTOS! A terceira edição do ZUADAPLUG trás até você o resumo das notícias da semana, mas trás também datas, horas e locais de vários eventos pelo Brasil! BACON!

Descubra também quanto vale um rim e o que o D&D Next tem em comum com Austin Powers!

Assine o Feed do podcast e receba os episódios direto no seu agregador! Clique AQUI!

Continuar lendo “ZUADAPLUG #3 – Prato Cheio”

Porque troquei a 4E pelo Tormenta RPG

Esse é um tipo de desabafo que escrevi para o ex-Paragônico Dan Ramos, que ele pensou em usar como post no Paragons. Mas como ele nunca postou, e acabou saindo do blog, resolvi publicar aqui mesmo, no ZUADA!. Saibam então os meus motivos: ________________________________________________________________________________ Eu comprei a 4E logo que saiu em português. Estava com uma campanha de 3.5 em andamento, e curioso para conhecer as novidades da edição. Confesso que no início, queria dizer para mim mesmo que só compraria o “Livro do Jogador”, queria apenas “conhecer as regras”, me recusava a admitir que queria “migrar” para a polêmica … Continuar lendo Porque troquei a 4E pelo Tormenta RPG

Minhas impressões sobre Tormenta RPG

Para começo de conversa, quero deixar claro que isso aqui NÃO É uma resenha do livro; Não acho que tenha capacidade para tal, e já existe boas resenhas no Roleplayer e no .20, e foram elas, inclusive, que me convenceram a comprar o livro. O que farei aqui é contar minhas primeiras impressões no contato com o material. Um tipo de “Review”, portanto. A primeira e mais forte impressão que o Tormenta RPG me passou é de “livro velho”, mas no bom sentido da palavra. Com muitas páginas, papel mais grosso, capa fenomenal (cortesia de Érica Horita e nosso bom … Continuar lendo Minhas impressões sobre Tormenta RPG