Locais Perigosos I: O Mausoléu Ohdrian

Eu já entrei lá!

Abrindo os trabalhos de mais uma série de posts aqui no ZUADA!, embora dessa vez eu espero que ela tenha mais de um!

Trago até os amigos o “Locais Perigosos”, série de posts inspirada numa conversa que tive via Twitter (minha ferramenta de contato mais usada atualmente) com @zenderbm. Ele sugeriu uma série de posts com material para aventuras, mas sem uma trama específica. “masmorras ou área de caças de monstros”, nas palavras do Zender. Coisas ou locais que eu possa ligar à qualquer aventura que esteja rolando, ou no meio delas.

Então aqui estão algumas ideias ao redor do Mausoléu Ohdrian! Usem para se inspirar em suas próprias criações, ou aproveitem como está! Sugiram novas mecânicas e novos Locais Perigosos!

Detalhe: A foto é de um mausoléu real, existente na estrada que leva à Pacoti, cidade do interior do Ceará onde residi por mais de um ano. Deve ser o maior da América Latina. O lugar é SINISTRO, fica no meio do nada! E a história a seguir é baseada em fatos reais. Mais coisas sobre ele AQUI e AQUI.

________________________________________________________________________________________

O MAPA

mapa

A- Saguão de Entrada: Essa grande câmara sem portas tem um teto alto, pontilhado de rachaduras que deixam passar a luz do sol e os galhos das árvores próximas. Houve um desmoronamento num dos cantos, o que estreita a passagem que leva à próxima sala.

B- Sala Destra: Esse cubículo era utilizado como descanso pelas pessoas que visitavam o mausoléu; Ainda podem ser encontrados restos de comidas emboloradas e panelas quebradas.

C- Sala Sinistra: Aqui ficavam guardadas os materiais religiosos, como velas, castiçais e incensos. Um leve odor adocicado ainda permeia o local, embora os armários estejam vazios

D- Passagem: Esse longo corredor é marcado pelas grandes janelas que dão para o lado de fora. A maioria delas estão com os vitrais quebrados, gerando pouca proteção contra os ventos cortantes que sopram na floresta.

E- Sala Secreta: Uma minúscula saleta por trás de uma parede falsa, esse é o local onde os pertences valiosos daqueles que estão sepultados aqui.

OS FATOS

O Mausoléu Ohdrian é uma construção de mármore branco, já bem gasta pelo tempo, que aparece repentinamente diante de viajantes da floresta. Além do sinistro estilo gótico, o que mais chama a atenção no mausoléu é sua localização: longe de qualquer outra habitação  ou construção humana, no meio do nada.

A verdade é que sua origem é bem romântica: O mausoléu foi encomendado pelo mercador Osment Ohdrian, em homenagem à sua querida esposa Santa. Ela faleceu durante uma das viagens de negócios do casal, e o arrasado e devotado marido gastou quase todas as economias que acumulara nessa última homenagem à esposa. O mausoléu marca o local exato onde Santa expirou, e havia uma placa bonita de bronze, onde estavam registrados os fatos e as datas envolvendo essa estrutura singular. Mas depois de tanto tempo, quase nada resta na memória do povo sobre esses estranhos acontecimentos.

OS BOATOS

A verdade pode estar escondida por entre as lendas. Só o mestre pode dizer qual a real origem do misterioso mausoléu. Quando os personagens tentarem descobrir alguma coisa, role 1d12 na tabela abaixo, ou escolha a que lhe agradar:

1 – É assombrado por fantasmas

2 – É esconderijo de bandidos

3 – Possui um tesouro escondido

4 – Possui uma masmorra embaixo dele

5 – Abriga um portal para outros planos/mundos

6 – É covil de um monstro perigoso

7 – É local de encontro de sociedades secretas, cultistas, etc.

8 – É a fonte de poder de um vilão ou inimigo

9 – É a tumba de uma pessoa famosa

10-É terra abençoada/amaldiçoada de/para/por algum deus

11-É utilizado para outros fins por pessoas comuns

12-Nada. é apenas um mausoléu velho e decrépito

O mestre é o único que pode dizer com exatidão se o boato a respeito do local é verdadeiro. Ou se MAIS DE UM desses boatos são verdadeiros! Aproveite o máximo de ideias que puder!

OS OBSTÁCULOS

Chegar no Mausoléu não é tarefa fácil. Quando ele foi construído, ficava à beira de uma trilha de cavalos no meio da mata, e foi um custo convencer o Burgomestre e o Sacerdote virem tão longe pra inauguração de tão mórbido local! Depois de tanto tempo, estradas foram construídas, e a trilha gradualmente deixou de ser usada. Além disso, dependendo de quem (ou o quê!) faz uso do mausoléu agora, variados empecilhos podem estar no caminho dos aventureiros:

1 – Porta trancada

2 – Dardo envenenado

3 – Lâmina (parede, chão, pêndulo)

4 – Fosso

5 – Fosso com estacas

6 – Tinta brilhante (difícil de sair, atrai monstros)

7 – Animais peçonhentos

8 – Alarme (mágico ou não)

9 – Armadilha de fogo/ácido

10-Armadilha de sufocamento (gás, água)

11-Armadilha de esmagamento (pedra, paredes)

12-Armadilha mágica

E então? A partir dessas tabelas, já deu pra brotar algumas ideias na sua cabeça, não? O importante é sempre deixar os jogadores no escuro, sem ter certeza de nada. E surpreendê-los com o que eles menos esperam!

OS ENCONTROS

Eis uma lista de criaturas que podem ser encontradas no mausoléu, ou em torno dele. Perceba que a maioria desses encontros se dá à noite, pois o Mausoléu é mais seguro sob a luz do sol. Os monstros marcados com * podem ser encontrados NESSE POST do ZUADA!, sobre criaturas noturnas.

1 – Morcego

2 – Memento*

3 – Carniçal

4 – Espectro

5 – Esqueleto

6 – Andarilho das Trevas*

7 – Golem

8 – Inumano

9 – Shoggoth

10- Banshee

11- Decrépito*

12- Ninfa da Noite*

________________________________________________________________________________________

E então? Prontos pra inserirem o Mausoléu em suas aventuras! Mandem ideias e como vocês pretendem utilizá-lo, OK?

Vou nessa!

Um comentário sobre “Locais Perigosos I: O Mausoléu Ohdrian

  1. Que bacana, Big! Esse tipo de post pra mim é o mais legal. Se um dia eu voltar a mestrar, vou usar com certeza😛

Os comentários estão desativados.