Podcasts: 2ª quinzena de Abril/2010

Um pouco atrasado por causa do feriadão, aí vão os podcasts da segunda quinzena de Abril. Peço desculpas pelas ausência das famigeradas notas, pois o tempo foi curto pra mim esse fim de mês, e não foi possível apreciar adequadamente os podcasts. Se bem que, como eu já disse, tais notas nada valem; São apenas frutos de opiniões pessoais. 

 

Primeiro, o jabazão básico pros meus parceiros da DragonFangGuild (e pra mim também; já me sinto membro fixo do podcast!), O DFCast 10: Demônios e Bandeirantes abordou teorias sobre o lado ruim e o lado bom do RPG, e percebemos que, como tudo que é tocado pelo ser humano, pode ser usado para o bem ou para o mal.

O Jogador-Sonhador, de Ricardo Tavares, detonou dois episódios nessa quinzena. No #15, Há mar e mar, há ler e jogarmais uma de suas excelentes dissertações sobre o que eu chamo de teoria do RPG, dessa vez lidando com a interação entre mestres-livros-jogadores (não necessariamente nessa mesma ordem…).

Já no #16, intitulado  Através das trevas, temos o retorno do convidado João Mariano, que muda radicalmente de assunto: de Warhammer para World of Darkness.

 

Nitrocast 14 Mestres: Conheçam seus jogadores e aumentem a diversão é o longo título do podcast dooooidimaaaais, que volta com dicas preciosas e com nitroglicerina, para focar ainda mais no principal objetivo do RPG: A diversão!

O RPG Planet nos mostra um relato do que foi a World RPG Fest, evento realizado em Curitiba nos dias 24 e 25 de abril, e que contou com a presença desses ilutres Podcasters!

O Rolando 20 prometeu e cumpriu: o podcast #42 foi sobre Multiclasse e Híbridos, dando um gostinho dessa nova opção pra galera que ainda não teve acesso ao Player’s Handbook 3, além de falar um pouco sobre a multiclasse básica, nossa (velha?) conhecida.

Rafael Bezerra e Dbohr não deixam a peteca cair e soltam o Holocast 06: Eu já previ isso, e discutem como não deixar aquele nerd/geek, que conhece o universo de Star Wars tão bem quanto o mestre, acabar com a aventura, simplesmente por que ele sabe o que aconteceu em seguida na trama. Apesar de ser direcionado para SW, o assunto pode render dicas pra qualquer sistema que tenha um cenário pronto.

 

Bazar do Bizarro: o que não fazer foi o nome do podcast feito excepcionalmente sem Felipe “Nerdcore”, mas que contou com a presença de Márcio “Darin”. O assunto é o que não fazer para que a aventura e os encontros acabem se tornando chatos e maçantes.

 

 

O Godmode (que agora tem subtítulo!) dessa quinzena chama-se História? Que história?, e fala sobre roteiros de games – serão eles imprescindíveis ou não?

 

 

Na sessão #83 do Vozes da Terceira Terra, chamada recados e e-mails, Marcelo limpa a caixa de entrada, respondendo à alguns contatos e ouvintes.

 

E o Canal 2 volta à ativa com a corda toda: primeiro, a Guerra das Edições, em parceria com o Goblin da Taverna do Goblin, onde ele e Marcelo Dior se digladiam verbalmente (mas de forma bem educada) sobre os defeitos e qualidades das 3ª e 4ª edições do D&D.

Depois, uma sessão muito especial, chamada Regarding Role-play, onde Marcelo e Ivar recebem a galera do BearSwarm, um podcast de RPG gringo. Essa é toda em inglês, então, se você não tem muito conhecimento da língua, faça como eu: fique só na vontade!

A estreia do mês fica por conta do Por trás da máscara, podcast de Mutantes & Malfeitores encabeçado por três ilustres ouvintes do VTT: Leandro, Renato de Recife e Arquimago. Realmente, veio para preencher uma lacuna promissora no mundo dos podcasts de RPG!

Ficamos por aqui. Espero que o mundo corporativo me permita dar as notas na próxima quinzena. E se vocês tiverem algo a dizer sobre esses podcasts, mandem bala! Comentem nos respectivos sites e blogs, ou dê sua nota aqui nos comentários!

Até a próxima!

2 comentários sobre “Podcasts: 2ª quinzena de Abril/2010

  1. Olá Zuada!

    Obrigado pela referência ao Jogador-Sonhador nomeadamente ao episódio onde participei. O que você achou do episódio? Alguma sugestão ou crítica?🙂

    Gosto bastante da listagem dos vários podcasts de RPG em língua portuguesa. Continue com o bom trabalho!

Os comentários estão desativados.